Entendam

Deus não esta em templos, muros, placas, não! Ele esta dentro de você, NÃO somos pecadores desde que nascemos, isso é uma mentira, somos seres divinos e mágicos e temos essa essência masculina e feminina da fonte criadora dentro de cada um, não esta nas mãos de extraterrestres salvar o mundo, esta nas mãos dos seres que aqui habitam, o que eles podem fazer é auxiliar no processo, mas não virão aqui nos tomar pelas mãos como se fossemos bebês e nos DAR um planeta novinho em folha para destruirmos NOVAMENTE, ou aprendemos a tratar bem do nosso, ou seremos expulsos pela própria Terra.
Parem de buscar Deus em coisas materiais, se você não aprender a se respeitar, se amar, não vai encontrar Deus, vai se iludir, vai chorar, entrar em depressão e o pior não vai entender que a mudança começa de dentro para fora e que viver é um presente não um pecado ou castigo.
Como diria um anjo: "O amor é o sábio que nos guia" e como diria Gandhi " Não busque o caminho para a felicidade, a felicidade é o caminho."

Grande abraço a todos e Bem Vindos ao Life's Changing
Welcome - Bienvenido
Pri

DICA: ACESSEM AS ABAS "ARQUIVOS DO BLOG", TAMBÉM OS "MARCADORES" QUE ESTÃO do DO LADO DIREITO DA SUA TELA, AO LADO DA POSTAGEM
CLIQUE TAMBÉM EM "POSTAGENS POPULARES". TEM MUITA COISA SENDO POSTADA E QUE FICA PARA TRÁS SE VOCÊ NÃO SOUBER ONDE PROCURAR, ESTAS SÃO AS DICAS.
Bons estudos
Pri

Siga-nos por e-mail, a cada post novo, você recebe um e-mail

POSTS RECENTES

27 de setembro de 2011

Asteróides que passam próximo da Terra



São conhecidos actualmente cerca de 1000 asteróides cujas órbitas se aproximam significativamente da órbita da Terra em torno do Sol. São usualmetne designados pelas iniciais NEA (Near Earth Asteroid). A dimensão destes objectos vai desde os 32km de 1036 Ganymed até a apenas alguns metros. Estima-se a existência de dezenas de milhar de asteróides ainda desconhecidos de entre os quais provavelmente mais de 1000 com dimensões da ordem de 1km ou superior.
Estes asteróides permanecem próximos da Terra apenas por 10 a 100 milhões de anos. Durante esse intervalo de tempo acabam por colidir com o Sol ou com um dos planetas interiores ou então acabam por ser ejectados do Sistema Solar quando a sua trajectória os leva a passar muito próximo de um planeta ou do Sol mas sem haver colisão (esta técnica foi utilizada por exemplo para catapultar as sondas Voyager de Júpiter em direcção a Saturno).
A população de asteróides no Sistema Solar interior é reposta de uma forma regular por asteróides vindos da cintura de asteróides (situada entre Marte e Júpiter) normalmente pela acção gravitacional de Júpiter. Alguns asteróides aparentam ser restos de cometas. Neste caso são provavelmente provenientes da cintura de Kuiper, lançados para o Sistema Solar interior pelos planetas gasosos do Sistema Solar exterior.
2 - Classificação
Os NEA podem ser do tipo AtenasApollo ou Amor.
Os asteróides do tipo Amor situam-se entre as órbitas da Terra e de Marte. Embora possam cruzar ocasionalmente a órbita de Marte, nunca cruzam a órbita da Terra embora se possam aproximar bastante desta. Exemplo: 1036 Ganymed.
Os asteróides do tipo Apollo diferenciam-se dos asteróides do tipo Amor pelo facto do seu periélio (ponto em que estão mais próximos do Sol) ser inferior ao afélio da Terra (ponto em que a Terra está mais afastada do Sol). Exemplo: 4581 Asclepius.
Os asteróides do tipo Atenas têm órbitas cujo afélio (ponto em que estão mais afastados do Sol) é superior ao periélio da Terra (ponto em que a Terra está mais próxima do Sol). Exemplo:99942 Apophis .


Trajectória de 3 asteróides representativos: 1221 Amor, 1862 Apollo and 2062 Atenas. Copyright 2003, Professor Kenneth R. Lang, Tufts University (http://ase.tufts.edu/cosmos/view_picture.asp?id=742).
Contrarimanete ao que acontece com os asteróides do tipo Amor, os asteróides do tipo Atenas e Apollo cruzam ocasionalmente a órbita da Terra podem constituir uma ameaça real para o nosso planeta.
3 - Escala de Torino
A escala de Torino permite quantificar a ameaça que um asteróide coloca à Terra. A escala foi criada em 1995 e revista em 1999 e 2005. A escala assume valores inteiros entre 0 (ameaça nula) e 10 (colisão certa com efeitos globais). Existe também um sistema de cores associado à escala.
Escala de Cores
Nível
 Significado
BrancoRotina1 Probabilidade de colisão nula ou objecto de massa muito pequena
VerdeNormal2 Irá passar muito próximo da Terra
AmareloMerece atenção3 Baixa probabilidade de impacto
4 Baixa probabilidade de impacto, objecto de grandes dimensões
LaranjaAmeaça real5 Ameaça séria mas incerta
6 Ameaça séria mas incerta de um objecto de grandes dimensões
7 Requer grande atenção, objecto de grandes dimensões
VermelhoColisão certa8 Destruição local certa
9 Devastação regional certa
10 Catástrofe global certa


4 - O asteróide 99942 Apophis
A observação do asteróide 99942 Apophis (2004 MN4) em Dezembro de 2004 revelou uma probabilidade relativamente elevada (aprox. 1 em 45) de este vir a colidir com a Terra em 2029. Nesta fase Apophis chegou a atingir o nivel 4 da Escala de Torino (recorde até a data). Observações subsequentes eliminaram essa possibilidade. No entanto existia ainda a probabilidade de durante a sua passagem em 2029 o asteróide atravessar uma janela gravitacional (pequena região do espaço com uma dimensão inferior a 400 metros) que o poderia levar a colidir com a Terra em 2036.
Esta possibilidade manteve Apophis no nível 1 da Escala de Torino até Agosto de 2006. Novas observações revelaram que o asteróide não irá passar em 2029 pela referida janela gravitacional pelo que a probabilidade de um impacto em 2036 foi reduzida drasticamente (aprox. para 1 em 45000) o que permitiu baixar o asteróide para o nível zero da escala.
Em 2029 o asteróide irá passar a uma distância da Terra da ordem dos 35 000 km atingindo uma magnitude aparente máxima de 3.3 (visível a olho nu). Como resultado da sua interação com o campo gravítico da Terra, Apophis deixará de ser um asteróide do tipo Atenas, para passar a ser do tipo Apollo.
Passagem de Apophis a 13 de Abril de 2029.Apophis é um asteróide do tipo Atenas cujo comprimento ronda os 300 m e cuja massa é da ordem dos 50 000 milhões de kg.
- Cálculo da magnitude aparente de asteróides

A magnitude aparente visual (Vap.) de um asteróide pode ser determinada de forma aproximada de acordo com a expressão:

onde T(AU) é a distância do asteróide à Terra em unidades astronómicas, S(AU) é a distância asteróide ao Sol em unidades astronómicas, r é o raio do asteróide em km e A é o respectivo albedo (fracção da luz incidente que é reflectida). Muitas vezes o valor do albedo não é conhecido. Nesses casos podemos tomar como referência o facto de em 75% dos casos conhecidos ser A<0.2. Outro dado que também nem sempre é bem conhecido é a dimensão do asteróide.
Na tabela seguinte temos alguns exemplos do cálculo dos possívies valores para a magnitude aparente de alguns asteróides. As distância indicadas correspondem ao próximo momento de maior aproximação do asteróide à Terra o qual ocorrerá na Data indicada. É também indicada a distância de maior aproximação do asteróide em distâncias Terra_Lua (LD).
Os valores de Data, r, T(AU) e T(LD) foram retirados da Tabela de aproximações futuras em http://neo.jpl.nasa.gov/ca/ (os dados referem-se ao dia 24-12-2006 e podem já ter sofrido alterações). Os valores de A e de S (AU) foram retirados do simulador do Near Earth Object Program (por exemplo para o asteróide 2006 AM4 : http://neo.jpl.nasa.gov/cgi-bin/db?name=2006AM4).
NomeDatarAT (AU)S (AU)T (LD)Vap.
2006 AM401-02-2007110m - 250m?0.01350.9835.211.3 - 9.5 (A=0.2)
12.8 - 11 (A=0.05)
2006 VV231-03-20071.3km - 2.9km?0.02201.0158.67.0 - 5.3 (A=0.2)
8.5 - 6.8 (A=0.05)
1862 Apollo08-05-20071.5km - 3.3km0.2500.07141.01627.89.0 - 7.3

© 2006 Grupo de Astronomia da Universidade da Madeira
PARA FINALIZAR, GOSTARIA DE POSTAR UM VIDEO DE MARY GREELEY.
RESUMINDO, POIS O VIDEO ESTA EM INGLÊS: 
Ela esta explicando que um possível asteróide se chocará com a terra no dia 27 de setembro de 2011, esse asteróide esta classificado como "Condition Code" 7 que se olharmos na tabela entenderemos o que significa.
Ela também aborda o fato do Asteróide receber como producer (nome da pessoa ou instituição que computa a órbita) o nome de Otto Matik, que é conhecido nos EUA como um jogo de video game no qual 
o jogador é um robô e tem que lutar contra os Alienigenas hostis que vem de um planeta chamado PLANETA X e tentam levar como escravos os habitantes da Terra. 
Agora, qual a razão para a NASA ter nomeado como producer um jogo de video game??? 
Segue o link da NASA, o vídeo que mostra o asteróide e o link do "Otto Matik" pra vocês tirarem suas próprias conclusões.
Boa sorte a todos!!!!




NASA:  http://ssd.jpl.nasa.gov/sbdb.cgi?sstr=2011%20SE58;orb=1;cov=1;log=0;cad=0#elem        http://translate.google.com.br/translate?hl=pt-    


 SITE DO OTTO MATIK: BR&sl=en&u=http://www.pangeasoft.net/otto/index.html&ei=9BmCTpGzBaLLsQLe4cCoDw&sa=X&oi=translate&ct=result&resnum=1&sqi=2&ved=0CCgQ7gEwAA&prev=/search%3Fq%3Dotto%2Bmatic%26hl%3Dpt-BR%26biw%3D1280%26bih%3D656%26prmd%3Dimvns
 

Fonte: 
 http://www3.uma.pt/Investigacao/Astro/Astronomia/Asteroides/nea.htm / http://ssd.jpl.nasa.gov/sbdb.cgi?sstr=2011%20SE58;orb=1;cov=1;log=0;cad=0#elem