Entendam

Deus não esta em templos, muros, placas, não! Ele esta dentro de você, NÃO somos pecadores desde que nascemos, isso é uma mentira, somos seres divinos e mágicos e temos essa essência masculina e feminina da fonte criadora dentro de cada um, não esta nas mãos de extraterrestres salvar o mundo, esta nas mãos dos seres que aqui habitam, o que eles podem fazer é auxiliar no processo, mas não virão aqui nos tomar pelas mãos como se fossemos bebês e nos DAR um planeta novinho em folha para destruirmos NOVAMENTE, ou aprendemos a tratar bem do nosso, ou seremos expulsos pela própria Terra.
Parem de buscar Deus em coisas materiais, se você não aprender a se respeitar, se amar, não vai encontrar Deus, vai se iludir, vai chorar, entrar em depressão e o pior não vai entender que a mudança começa de dentro para fora e que viver é um presente não um pecado ou castigo.
Como diria um anjo: "O amor é o sábio que nos guia" e como diria Gandhi " Não busque o caminho para a felicidade, a felicidade é o caminho."

Grande abraço a todos e Bem Vindos ao Life's Changing
Welcome - Bienvenido
Pri

DICA: ACESSEM AS ABAS "ARQUIVOS DO BLOG", TAMBÉM OS "MARCADORES" QUE ESTÃO EMBAIXO DO FIM DAS POSTAGENS OU "POSTAGENS POPULARES". TEM MUITA COISA SENDO POSTADA E QUE FICA PARA TRÁS SE VOCÊ NÃO SOUBER ONDE PROCURAR.
Bons estudos
Pri

Siga-nos por e-mail, a cada post novo, você recebe um e-mail

POSTS RECENTES

9 de fevereiro de 2014

Jack Carter: O que realmente aconteceu na base áerea Minot dos E.U.A.

Fonte: Project Camelot - Jack Carter


O Projeto Camelot foi contatado por um aeronauta da base aérea Minot que forneceu respostas precisas para as perguntas importantes levantadas pelo incidente do 'desaparecimento de bombas nucleares' das bases aéreas Minot/Barksdale.
O acontecimento não foi um acidente. Abaixo apresentamos um testemunho de Jack Carter, que tem uma considerável experiência em manusear armas nucleares nesta base.


_____________________________


Clique aqui para nossa reimpressão do relatório de Pesquisa Global sobre o incidente das 'bombas nucleares desaparecidasdas' da base Minot/Barksdale.

Nesse artigo importante, o autor, Mahdi Darius Nazemroaya, colocou as seguintes questões:


1. Por que, e com que propósito ostensivo, essas armas nucleares foram levadas para Barksdale?
2. Quanto tempo se passou antes que o erro fosse descoberto?
3. Quantos enganos e erros foram feitos, e quantos precisariam ser feitos, para isso acontecer?
4. Quantos e quais protocolos de segurança foram quebrados?
5. Quantos e quais procedimentos de segurança foram contornados ou ignorados?
6. Quantos outros comandos nucleares e controles não observacionais do procedimento existiam?
7. O que o Congresso está fazendo para melhor fiscalizar o controle e o comando nuclear nos EUA?
8. Como esse incidente se relaciona com as preocupações e a confiabilidade no controle sobre as armas e materias nucleares na Rússia, Paquistão e e em outros lugares?
9. Será que a administração Bush, como algumas reportagens sugerem, tem planos de atacar o Irã com armas nucleares?




Um aeronauta da base áerea Minot supriu o Projeto Camelot com respostas detalhadas para essas e outras questões. A informação é de tamanha importância que nos sentimos obrigados a apresentá-la como um relatório complementar indepentende.

O nome que demos a nossa fonte foiJack Carter, é um pseudônimo. Ainda não nos encontramos com ele, mas trocamos muitos e-mails. Estamos confiantes que ele é exatamente quem ele diz que é: um aeronauta com grande experiência pessoal em procedimentos de segurança em armas nucleare na base aérea Minot.

Acreditamos que nada que temos reportado aqui é secreto ou constitui qualquer quebra da Segurança Nacional. Nossa fonte é patriótica e responsável e escolhemos não divulgar certas informações que não eram pertinentes a análise do que realmente pode ter acontecido.

A transcrição do e-mail - essentialmente escrito como revisão - está a seguir. Está levemente editada e abreviada por claridade, omitimos uma série de referências pessoais e identificações características do relatório dele para proteger a identidade dele. Jack nos deu permissão para liberar o seguinte, que foi revisto e aprovado por ele antes da publicação.

_____________________________

Jack Carter


Olá, Bill e Kerry.

Tenho tanto para dizer que não sei por onde começar. Achei o seu site através do site do Projeto Divulgação.

Passei ___ anos na Força Aérea dos Estados Unidos (USAF), o último ___ foi na base aérea Minot. Tinha considerável experiência com armas nucleares. Posso lhe dizer que não poderia acontecer, de jeito nenhum, uma forma de transportar, carregadar e tirar da base seis W80s (ogivas nucleares de míssel de cruzeiro) sem um número significante de oficiais saberem sobre isso. Falo por experiência própria.

Se você estiver interessado e tiver um tempo disponível, eu estaria disposto a responder quaisquer questões que você tenha e assim por diante.

Projeto Camelot


Muito obrigada pela sua mensagem. É um prazer e uma honra para nós ouvir de você.

Sua confirmação do que aconteceu em Minot do ponto de vista da sua experiênci é muito importante. Gostaríamos de ouvir sobre o que você pensa e/ou conclui de todo esse incidente, com tantos detalhes quanto você se sentir capaz de compartilhar conosco. Tudo será mantido em total sigilo.

Jack Carter