Entendam

Deus não esta em templos, muros, placas, não! Ele esta dentro de você, NÃO somos pecadores desde que nascemos, isso é uma mentira, somos seres divinos e mágicos e temos essa essência masculina e feminina da fonte criadora dentro de cada um, não esta nas mãos de extraterrestres salvar o mundo, esta nas mãos dos seres que aqui habitam, o que eles podem fazer é auxiliar no processo, mas não virão aqui nos tomar pelas mãos como se fossemos bebês e nos DAR um planeta novinho em folha para destruirmos NOVAMENTE, ou aprendemos a tratar bem do nosso, ou seremos expulsos pela própria Terra.
Parem de buscar Deus em coisas materiais, se você não aprender a se respeitar, se amar, não vai encontrar Deus, vai se iludir, vai chorar, entrar em depressão e o pior não vai entender que a mudança começa de dentro para fora e que viver é um presente não um pecado ou castigo.
Como diria um anjo: "O amor é o sábio que nos guia" e como diria Gandhi " Não busque o caminho para a felicidade, a felicidade é o caminho."

Grande abraço a todos e Bem Vindos ao Life's Changing
Welcome - Bienvenido
Pri

DICA: ACESSEM AS ABAS "ARQUIVOS DO BLOG", TAMBÉM OS "MARCADORES" QUE ESTÃO do DO LADO DIREITO DA SUA TELA, AO LADO DA POSTAGEM
CLIQUE TAMBÉM EM "POSTAGENS POPULARES". TEM MUITA COISA SENDO POSTADA E QUE FICA PARA TRÁS SE VOCÊ NÃO SOUBER ONDE PROCURAR, ESTAS SÃO AS DICAS.
Bons estudos
Pri

Siga-nos por e-mail, a cada post novo, você recebe um e-mail

POSTS RECENTES

14 de fevereiro de 2015

Stargate da Suméria

Análise Exopolitica da política dos EUA no Iraque
Suméria Stargate 


Se há um Stargate ( portal ) no sul do Iraque, ele teria um papel de alguém que 'profetizou o retorno dos deuses ", então é provável que as organizações de governo clandestinas que influenciam grandemente ou controlam a administração Bush, estão cientes da existência e do papel deste Stargate ( portal ). 
É provável que Saddan Hussein, presidente do Iraque, também tenha conhecimento da existência do Stargate, como pode ser inferida por seus projetos arquitetônicos para reavivar a grandeza das primeiras civilizações da Mesopotâmia e consolidar o seu lugar como o restaurador da glória passada do Iraque (37). 
Mais significativamente, a concessão de permissão para um time alemão de arqueólogos que retomaram as escavações na cidade suméria de Uruk após o mapeamento subterrâneo detalhado, sugere que este poderia ser o local para o stargate sumério. Este conhecimento sobre um Stargate estar enterrado, também poderia ser parte da razão pela qual o governo alemão se opôs publicamente a guerra preventiva contra o Iraque e os Estados Unidos.
Se, de fato, tanto o regime de Hussein e a administração Bush acredita que um Stargate está enterrado nas areias do sul do Iraque, então é muito provável que haja uma corrida para ter acesso a ele e controlá-lo. A tese de William Henry esta é, de fato, o que apoia a política de continuar o conflito militar no Iraque. (38) 

Do ponto de vista da administração Bush, o controle do Stargate sumério, permitiria organizações de governo clandestinas para continuar a sua campanha global de não-divulgação da presença  Extraterrestre (39). 
Este é fortemente implicado pela administração Bush, de sigilo e anular a muitos sobre a Liberdade de iniciativa de informação da administração anterior, Clinton. O controle do Stargate, além de quaisquer outros Stargates que foram estabelecidos nas capitais de outras civilizações, ou seja, egípcio, Inca e Asteca, supostamente dá às organizações de governo clandestinas, muito mais força a essas raças de ETs que estão atualmente interagindo com o planeta, ou que tenha sido previsto para voltar à cena em um evento associado com a 'profecia do retorno dos deuses ". 
Pelo menos, o controle sobre o Stargate sumerio, permitiria as organizações de governo clandestinas,ditarem o ritmo das transformações globais que as raças de ETs prometeram enviar para a Terra com sua avançada tecnologia, o seu conhecimento superior e aumento de habilidades psíquicas. 
Pelo regime de Hussein, o controle do Stargate. lhe permitiria ativar e cumprir a profecia, facilitando o retorno de uma raça avançada de Et, ou a elite Anunnaki. O presidente Hussein provavelmente imagina que, em troca de sua lealdade para com a elite Anunnaki, ele seria recompensado com uma posição de autoridade global. Talvez ele mesmo se via como uma espécie de salvador humano. que facilitou o regresso dos deuses e iria resolver todos os problemas da humanidade, e que terminaria então o sistema de organizações de governos clandestinos que perpetuam com a não-revelação da presença dos extraterrestres. 
Significativamente, os governos europeus, como a Alemanha, e talvez até mesmo a França e a Rússia, poderiam dar uma maior influência sobre o futuro controle do Stargate, proporcionando cobertura diplomática para o governo Hussein, como um quid pro quo que permitiia a retomada do Escavações arqueológicas em Uruk .
Estes governos e as organizações clandestinas associadas a eles, teriam acesso ao conhecimento sobre a presença extraterrestre, o mais provável é que possuem uma profunda desconfiança sobre a disposição dos Estados Unidos para compartilhar informações e controle sobre o futuro do Stargate sumério e qualquer outra tecnologia ET descoberta no Iraque. 
A tese de Sitchin de uma presença extraterrestre na antiga Sumeria, combinada com a noção de uma variedade de dispositivos de transporte extraterrestres descritas por outros autores, em sua investigação das antigas civilizações, e da retomada das escavações na primeira capital Uruk, na Suméria em 2002 , dá apoio à tese de William Henry de um Stargate que está enterrado nas areias do sul do Iraque. Isso fornece informação contextual importante que é útil para entender as verdadeiras motivações do governo Bush ao lançar um ataque preventivo contra o Iraque. 

Pode-se argumentar que a administração Bush eo regime Hussein estão em uma corrida contra o tempo para obter acesso e controle sobre o Stargate nas ruínas de Uruk, ou algum outro local no Iraque antes do retorno profetizado do Anunnaki. No momento há um impasse. 
Hussein controla o chão no sul do Iraque, e permitindo que as escavações conduzidas pelos alemães em Uruk, enquanto a coalizão liderada pelos EUA controla o céu e está monitorando a situação. A administração Bush quer o controle do território do Iraque para assumir o controle de escavações de Uruk para descobrir a sua enterrado Stargate, e acompanhar de perto e controlá-lo. Em contraste, Hussein quer encontrar e ativar o Stargate para sua maior glória e presumivelmente o benefício da humanidade. 
A principal evidência que apoia a discussão acima, é muito fraca para os especialistas em políticas públicas convencionais, e pode parecer mais apropriada, que faça parte de um livro de ficção policial do que um sério debate público. 
Do ponto de vista convencional, a dispersão dos autores arqueológicos de independentes interpretações exegéticas radicais de textos bíblicos, os escritos de "canais" de conhecimento extraterrestre, papéis especulativos de astrônomos dificilmente constituem uma fonte persuasiva de informações para entender as motivações da política externa norte americana.
As explicações prevalecentes da administração Bush, eram de que invadiram o Iraque, para erradicar as Armas de Destruição em Massa, e / ou sendo conduzido por interesses petrolíferos e ambições imperiais que prevaleceriam previsivelmente para aqueles que estivessem insatisfeitos com as fontes acima. 
Há, no entanto, alguns indícios importantes que empresta credibilidade à tese de Henry de um Stargate como o verdadeiro objetivo do governo Bush ou pelo menos as principais partes interessadas detrás dele.
  • O primeiro pedaço de evidência circunstancial é a grande quantidade de testemunhos denunciantes que confirmam a existência de um responsável pela supressão do conhecimento público da presença de extraterrestres nas organizações de governo clandestinas, e controlando toda a interação oficial com raças de ETs. (40)
    De uma perspectiva exopolitica, então, a supressão clandestina de uma presença de ET contemporânea, a conclusão de que há também uma supressão clandestina de uma presença antiga de extraterrestres que também tem implicações significativas para as políticas públicas. 
  • O segundo pedaço de evidência circunstancial, é o poderoso apoio diplomático dado pela Alemanha e França para o regime de Saddam Hussein, evitando um ataque militar e preventivo.
    Tão poderoso foi esse apoio que o Secretário de Defesa dos EUA, Donald Rumsfeld, depreciativamente referiu a eles como "Velha Europa", em resposta a um repórter, em 22 de janeiro de 2003:
    • "Você está pensando na Europa, como se ela fosse apenas a Alemanha e França. Eu não. Eu acho que elas são a "velha Europa". Se você olhar para toda a NATO europeia atualmente, o centro de gravidade está se mudando para lá. E há muitos novos membros. E se você olhar a lista de todos os membros da NATO e de todos aqueles que foram recentemente convidados - que são 26,pode ser que esteja certo. A Alemanha tem sido um problema e a França também tem sido um problema. "(41)

  • Em vez de voltar para o que foi uma bomba diplomática, a administração Bush continua a fazer esforços extraordinários para isolar as posições alemãs e francesas em Orak. Por exemplo, o governo encorajou os líderes da Espanha, Portugal, Itália, Reino Unido, Hungria, Polónia, Dinamarca e República Checa para escrever uma carta para o jornal, Wall Street em 30 de janeiro dizendo que "o regime iraquiano e suas armas de destruição em massa representam uma clara ameaça à segurança mundial ". (42) 
    Em vez de estar limitado a um intenso debate sobre as diferentes posições políticas no Iraque, golpeando o que foi tomado neste debate, sugiro um conflito mais fundamental sobre questões escondidas da vista do público. É muito provável que a luta de facções entre os vários órgãos do governo clandestino, criados para lidar com a presença ET nos Estados Unidos, com organizações rivais criados na Alemanha, França e Rússia. 
  • A terceiro evidencia circunstancial é a retomada de escavações na primeira capital da Suméria, Uruk, por uma equipe de arqueólogos alemães em 2002. Dada a importância de Uruk e sua probabilidade de ser o local do Stargate, a retomada das escavações levantam questões sobre por que elas foram retomadas no momento e o que estão procurando.
    Enquanto as tensões políticas no Iraque não diminuem significativamente, em 2002, sendo esta uma fonte provável de futuro conflito militar com os Estados Unidos, pode ser sugerido que existem poderosas motivações ocultas de que aparentemente, parece ser uma escavação puramente científica de um antiga capital suméria. 
  • A quarta evidência circunstancial era a destruição do ônibus espacial Columbia durante sua descida final em 1 de Fevereiro de 2003, a uma altitude de 38 milhas e viajar a Mach 18. Um de vocês foi o primeiro astronauta israelense no espaço, O coronel Ilan Ramon Força Aérea de Israel.
    O coronel Ramon, teria desempenhado um papel no ataque israelense às instalações nucleares do Iraque em Osirak em junho de 1981, e tem havido especulação de que a sua missão envolveu a coleta de informações sobre o Iraque durante as órbitas da Shuttle. 
    A destruição do Columbia ocorreu 16 minutos antes de tocar embaixo quando seus tanques de combustível teria sido esvaziados. A provável fonte de destruição do ônibus, dada a velocidade e altura da Columbia, deveria ter sido uma espécie de ataque de uma organização ou estado que possui capacidades militares bem além de qualquer grupo terrorista e, de fato, maiores do que muitas nações. A causa provável pode ter sido uma organização de governo clandestina que queria enviar uma mensagem importante para os seus rivais norte-americanos sobre a ameaça de um ataque preventivo contra o Iraque.
Quando toda a evidência primária e circunstancial é colocada em conjunto, o que emerge é um caso muito plausível que apóia a tese de uma luta de poder que vai ao centro do assunto sobre a presença extraterrestre e a supressão clandestina continuada de informações ETs relacionadas e tudo bate nas implicações e consequências que Henry disse.
As interpretações das motivações da administração Bush, lançam uma guerra preventiva no Iraque em termos das preocupações levantadas pelo tom do discurso de Bush sobre o Estado da União em 2003 ou os interesses imperiais ou corporativos sugeridos por seus críticos, tais como Robert Fisk e Michael Lind, tudo pode ser descrito como parte de uma camada superficial de motivos por trás da administração Bush. 
Num nível mais profundo, hà provavelmente uma grande ansiedade por organizações de governo clandestinas em termos do que poderia acontecer se Hussein, com o apoio dos governos europeus alemães e outros, ganhacem acesso ao Stargate Sumério ou outra tecnologia extraterrestre enterrada em Uruk, ou se o Stargate poderia de alguma forma ser reativada sem a presença de organizações governamentais pessoal clandestinas para monitorar e controlar o Stargate. 
A união de Estado, o presidente Bush delineou a necessidade de um ataque preventivo no Iraque, provavelmente mascara uma agenda escondida para ganhar acesso ao Stargate ou outra tecnologia alienigena em Uruk e em outros lugares no Iraque. 
Esse acesso presumivelmente perpetua o controle do governo clandestino sobre os recursos globais e informações, em um momento de aumento da atividade e influência alienigena.


Se a perspectiva exopolitica é uma descrição mais precisa das motivações que dirigem a administração Bush à empurrar uma guerra preventiva contra o Iraque, em seguida, fazer as recomendações de políticas a seguir. (43) 
Em primeiro lugar, a qualidade das evidências confirmadas sobre uma presença alienigena na histórica, encobre o governo clandestino e tem um grau significativo de credibilidade e poder de persuasão. Isso apóia a criação de um novo campo de políticas públicas, Exopoliticas que iria estudar a presença história de ETs em termos de suas implicações para a política pública contemporânea. 
Em segundo lugar, há uma necessidade de promover a divulgação do governo oficial, com a presença alien histórica e / ou o retorno iminente desses ETs; e tornar mais representativo o processo político que foi desenvolvido em resposta ao ARGUMENTO: Os governos de tais informações. 
Em terceiro lugar, a evidência sugere que os preparativos militares atuais para a guerra contra o Iraque têm muito pouco a ver com armas de destruição em massa, mas são projetados para perpetuar o controle da informação clandestina do governo dos EUA sobre a presença ET histórica e atual. Essa guerra preventiva deve, portanto, ser interrompida, e deve ser fomentada uma resolução entre os EUA, o Iraque e os governos europeus interessados. 
Em quarto lugar, a evidência sugere que o conflito no Iraque e a destruição das máscaras da Space Shuttle Columbia, luta fracional profunda entre organizações de governo clandestinos associados com governos nacionais diferentes que foram inicialmente criados para lidar com a presença de ET. Recomenda-se que há uma divulgação pública dessas organizações e os seus esforços para monitorar e responder à presença ET, e que estas organizações responsáveis ​​a funcionários públicos eleitos. 
A última recomendação é que a política tem de fazer um esforço maior na determinação da medida em que a supervisão pelo Congresso e legislação são necessárias para organizações criadas em diferentes países, para lidar com todos os aspectos da presença ET, do passado e do presente, e as implicações de um retorno esperado de uma raça de ETs associados com o nascimento da civilização humana. 
Este artigo sugere que o melhor mecanismo para responder à existência de tecnologia antiga ET na antiga capital suméria de Uruk e / em outros lugares, é uma vontade pelos principais governos do mundo e organizações clandestinas associadas em compartilhar informações e controle sobre estas questões ET. A guerra preventiva conduzida principalmente para ganhar o controle de um 'Stargate em Uruk, que enfrentam os Estados Unidos e seus aliados contra o Iraque, e é tacitamente apoiada por Nações europeias chaves, poderia ser desastroso se de fato a 'profecia de um  retorno »,um evento físico real envolvendo uma antiga raça ET que desempenhou um papel no início da civilização humana. 
Competindo com organizações de governo clandestinas que lutam através de uma guerra pelo controle de uma tecnologia alien antiga, preparando-se para esses eventos que 'profetizou o retorno dos deuses "não seria o melhor exemplo de maturidade por parte da humanidade, para provar-se ser responsável o suficiente para continuar a exercer a soberania sobre os recursos da Terra. 
O Space Shuttle Columbia pode muito bem ter sido vítima de alto perfil desta guerra, com a intenção de enviar uma mensagem para organizações clandestinas com bases nos Estados Unidos, cerca de uma guerra preventiva contra o Iraque. Portanto, a soberania humana poderia estar em jogo, ao mesmo tempo em que há uma oportunidade para um movimento rápido para a frente no crescimento evolutivo da consciência humana.

Cabe a humanidade decidir como responder ao desafio colocado por organizações clandestinas que lutam por recursos históricos do Iraque, para promover suas agendas ocultas.


Eu gostaria de agradecer-lhe o meu bom amigo, Yazdi Kaleghi, para os seus pensamentos sobre a tragédia do ônibus espacial Columbia e do conteúdo deste estudo.
1. Para o texto completo de seu discurso para os Estados da União 28 de janeiro de 2003, acesse: http://www.whitehouse.gov/news/releases/2003/01/20030128-19.html 
2. Robert Fisk: " Esta guerra iminente não Acerca ogivas químicas ou de direitos humanos é: trata-se de óleo ", o jornal Independent, 18 de janeiro, 2003. 
3. Ver Michael Lind, Made in Texas: George W. Bush e decisão políticas de controle do sul dos EUA (Editorial Basic Books, 2002) 
4. Para uma introdução Exopolitics, ver Michael Salla, " A Necessidade de Exopolitics: Implicações das teorias da conspiração extraterrestre para os decisores políticos e Paz Mundial "20 ​​de janeiro de 2003 .. 
5. Para uma discussão mais aprofundada sobre Exopolitics, ver Michael Salla, "A Necessidade para Exopolitics" ( A Necessidade de Exopolitics ) 
6. 100 desses oficiais têm testemunhado, com outros 300 querer fazer o mesmo. Veja Stephen Geer, Sumário Executivo do Projeto de Divulgação (Crozet, VA: Disclosure Project, abril de 2001 
7. Zecharia Sitchin, As Crônicas da Terra, Livros 1-6 (New York: Avon Books). 
8. Veja neste capítulo, "A reconstrução da casa Civilização Súbita," O 12º Planeta: Livro 1 das Crônicas da Terra (Editorial Avon Books, 1976) 12-51. 
9. Sitchin discute este planeta, O 12º Planeta: Livro 1 das Crônicas da Terra (Avon, 1976). 
Erich von Daniken 10, Chariots of the Gods (New York: Filhos de GP Putnam, 1969). 
11. David Hatcher Childress, Tecnologia dos Deuses: As Ciências Incríveis dos Anciães (Printing Adventures Unlimited, 2000). 
12. William Henry, um pé na Atlantis. (Printing Earthpulse, 1998). 
13. O Livro de Enoque ( O Livro de Enoque ) 
14. Sitchin descreve a versão suméria deste evento em "Mutiny do Anunnaki," 12 th Planeta, 312-335. 
15. Holy Bible: New International Version (Hodder and Stoughton, 1978) Gênesis, livro 6, versículo 4. 
16. Jelaila Starr, We Are the Nibiruanos: O Retorno do 12º Planeta (New Leaf Distributing Co., 1999). 
17. Sheldan Nidle, First Contact (Vancouver: Impressão Loja Azul, 2000). 
18. Henry explica sua tese em seu artigo, " Saddam Hussein, A Escada para o Céu eo Retorno de Planeta X ", baseado em seu livro A Arca de Cristo: a Mitologia, Simbolismo e Profecia do Retorno de Planeta X e o Age of Terror. 
19. Sitchin, Quando o tempo começou : Livro V das Crônicas da Terra (Avon, 1993) 113-14. 
20. Por outro lado, Henry acredita que o Stargate foi enterrado em um local secreto pelo rei da Babilônia, Nabucodonosor, depois de ser re-tomada de Jerusalém. Saddam Hussein. A Escada para o Céu eo Retorno de Planeta X ", que está disponível no site 
21. Sitchin descreve o transporte do Nephilim / Anunnaki, no capítulo ,, "The Nephilim.: The Fierce People de foguetes", O 12º Planeta, 128-72 Childress Veja também o capítulo sobre "Flight ld e Armas Air "Extraterrestrial Arqueologia, 147-210. 
22. Sitchin, O 12º Planeta , 327 
23. Sitchin, O 12º Planeta, 327 
24. Sitchin, O 12º Planeta, 327 
25. Para uma descrição do resumo das escavações arqueológicas no Iraque, veja o Charlers Recknagel, " Iraque: Expedição Arqueológica Mapping Antiga Cidade de Uruk , "Iraque: Mapping Expedition aarqueológica da Cidade Velha de Uruk" Radio Free Europe, 3 de maio. . 
26. Sitchin descreve esses eventos no terceiro volume de sua série, As Crônicas da Terra, As Guerras de Deuses e Homens (Avon, 1999) 
27. Para referência a este desastre regional, veja um artigo pelo Chefe de arqueólogos da Universidade de Chicago, Prof. Maguire Gibson, " Nippur - Cidade Sagrada de Enlil Deus Supremo de Sumer e Akkad . " Publicado pela primeira vez em Al.Rafidan, Vol. XIV (1993) 
28. Tal visão é descrita por uma série de "canalização" incluindo Sheldan Nidle , o primeiro contato; Jelaila Estrela , Nós somos os Nibiruanos. 
29. Lynn Picknett e Clive Prince, The Conspiracy Stargate: A Verdade Sobre Vida Extraterrestre e os Mistérios do Antigo Egito (Berkley Books, 1999) 
30. Para a história de pesquisas astronômicas para Planeta X, ver William Graves Hayt: Planeta X e Plutão, (University Press of Arizona, 1980), Mark Littman: Planetas Beyond - descobrindo o sistema solar exterior, (John Wiley 1988); e Tom van Flandern, Dark Matter, faltando Planetas e novos cometas. Paradoxos resolvido, (Atlântico Norte Books, 1993) fundos iluminados. 
31. Thomas O'Toole, "Mystery corpo celeste descoberto: Possivelmente tão grande como Júpiter," Washington Post (31 de dezembro de 1983). 
32. Ver Mark Hazlewood, Blindsided: Planeta X Passes em 2003 , First Publishing LLC, 2001). Hazlewood mantém um site com citações delineando clandestino repressão do governo da chegada do Planeta X. 
33. Ver Hazlewood, Blindsided: Planeta X Passes em 2003 . 
34. Jenkins é o autor da cosmogênese Maya Cosmogenesis 2012 (Santa Fe: Bear and Co., 1998), e do alinhamento galáctico: a transformação da consciência De acordo com maias, egípcios, encerramentos e Tradições (Inner Traditions International, 2002) . 
35. Um dos primeiros a identificar esta próxima transição foi Jose Arguelles e Brian Swimme, O Fator Maia: Path Beyond Technology (Bear and Co., 1987) 
36. Veja Lee Carroll e Jan Tober, As Crianças Índigo: Os New Kids Chegaram (Hay House, 1999); Drunvalo e Melquisedeque, O segredo antigo da flor da vida (Light Technology Publications, 2000) Vol. 2, 443-54. 
37. Henry discute estes projetos na Arca de Cristo. 
38. Henry descreve em seu artigo, "Saddam Hussein, A Escada para o Céu e o retorno do" Planeta X " 
39. Para mais informações sobre esta desinformação, ver M. Salla, "A Necessidade para Exopolitics - A Necessidade de Exopolitics "40. Veja Salla," A Necessidade para Exopolitics " 
41. Para a discussão dos comentários de Rumsfeld e / resposta alemã Franco, ver Mark Baker, " de Rumsfeld 'Velho' e 'New' Europe toca em Divide Inquieto ", Radio Free Europe, a 24 de janeiro de 2003. 
42. jornal Wall Street Journal. 30 de janeiro de 2003. 
43. Ver Salla, Exopolitics A Necessidade - A Necessidade de Exopolitics .

Tradução: Pri

Fonte: http://www.bibliotecapleyades.net/exopolitica/esp_exopolitics_ZZZZZZZC2.htm