Entendam

Deus não esta em templos, muros, placas, não! Ele esta dentro de você, NÃO somos pecadores desde que nascemos, isso é uma mentira, somos seres divinos e mágicos e temos essa essência masculina e feminina da fonte criadora dentro de cada um, não esta nas mãos de extraterrestres salvar o mundo, esta nas mãos dos seres que aqui habitam, o que eles podem fazer é auxiliar no processo, mas não virão aqui nos tomar pelas mãos como se fossemos bebês e nos DAR um planeta novinho em folha para destruirmos NOVAMENTE, ou aprendemos a tratar bem do nosso, ou seremos expulsos pela própria Terra.
Parem de buscar Deus em coisas materiais, se você não aprender a se respeitar, se amar, não vai encontrar Deus, vai se iludir, vai chorar, entrar em depressão e o pior não vai entender que a mudança começa de dentro para fora e que viver é um presente não um pecado ou castigo.
Como diria um anjo: "O amor é o sábio que nos guia" e como diria Gandhi " Não busque o caminho para a felicidade, a felicidade é o caminho."

Grande abraço a todos e Bem Vindos ao Life's Changing
Welcome - Bienvenido
Pri

DICA: ACESSEM AS ABAS "ARQUIVOS DO BLOG", TAMBÉM OS "MARCADORES" QUE ESTÃO do DO LADO DIREITO DA SUA TELA, AO LADO DA POSTAGEM
CLIQUE TAMBÉM EM "POSTAGENS POPULARES". TEM MUITA COISA SENDO POSTADA E QUE FICA PARA TRÁS SE VOCÊ NÃO SOUBER ONDE PROCURAR, ESTAS SÃO AS DICAS.
Bons estudos
Pri

Siga-nos por e-mail, a cada post novo, você recebe um e-mail

POSTS RECENTES

19 de agosto de 2016

MENTES PARASITAS, ENERGIAS PARASITAS E VAMPIROS DE ENERGIA. PARTE 2 DE 2


Algumas paginas depois, Wilson faz uma especulação muito interessante. Ele sugere que os parasitas podem procurar espécies que estão à beira de um salto evolutivo quantico, mas que ainda esteja em posição vulnerável por estarem com a energia alta, por não terem ainda emergido com o outro lado desse salto.
"Agora eu suspeito que esses vampiros da mente estão procurando raças que quase alcançaram este ponto de evolução, que estão à beira de conseguir um novo poder e, em seguida, alimenta-se deles até os destruírem. Não é a sua real intenção destruir - porque uma vez que eles façam isso, são obrigados a procurar outro hospedeiro. Sua intenção é alimentar-se por tanto tempo quanto possível as tremendas energias geradas pela luta evolucionária.

Sua finalidade é, portanto, impedir o homem de descobrir os mundos dentro de si mesmo, e manter a sua atenção dirigida ao exterior. Eu acho que não pode haver nenhuma dúvida sobre as guerras do século XX serem um artifício deliberado destes vampiros. Tanto Hitler como De Sade, eram quase certamente um outro tipo de 'zumbis'. Uma guerra de mundo completamente destrutivo não iria servir os seus propósitos, mas pequenas escaramuças contínuas, são admiráveis. "
Alguns parágrafos adiante Wilson afirma a intuição que eu tinha muito antes de ler Mente Parasitas --- que os parasitas , visto de uma vantagem evolutiva suficientemente abrangente, revelam-se simbiontes em que eles desafiam um hospedeiro, evoluindo para se tornar muito mais consciente, a fim de livrar-se da ameaça. Frank Herbert, em sua quarta Dune, Deus Imperador do Dune , parece ter tido uma ideia similar.
O Imperador-Deus que está seguindo seu " Caminho Dourado "(aparentemente sua revelação pessoal de um evolucionista Tao), faz-se em um predador ou parasita supremo que domina a espécie humana por milênios. Ele não gosta de ser um opressor, mas está fazendo isso propositalmente, de modo a criar paradoxalmente mutantes, que será tão resistente à opressão que eles serão capazes de conduzir suas espécies da escravidão para sempre. No I Ching diz-se que algumas coisas não florescem totalmente ou desdobram a menos que sejam totalmente comprimida (ou oprimidos).

Wilson escreve:

"Eu tenho uma outra teoria, que é tão absurda que quase não me atrevo a menciona-la.

Que é a que os vampiros da mente são vampiros, sem intenção de ser, são instrumentos de uma força maior. Eles podem, é claro, ter sucesso em destruir toda a raça que se torna sua hospedeira. Mas se, por acaso, a raça tornar-se consciente do perigo, o resultado obrigatoriamente será exatamente o oposto do que se pretende.

Um dos principais obstáculos para a evolução humana é o tédio do homem e a ignorância, sua tendência de ficar a deriva e permitir que o amanhã cuide de si mesmo. Em certo sentido, este é talvez um perigo maior para a evolução --- ou, pelo menos, um obstáculo --- dos próprios vampiros. Uma vez que uma raça torna-se ciente destas vampiros , a batalha já está metade vencida. Uma vez que o homem tem um propósito, ele se torna quase invencível . Os vampiros podem servir, portanto, para inocular ao homem contra sua própria indiferença e preguiça ... "
Já Colin Wilson compara os efeitos insidiosos dos parasitas da mente a "interferência de radar." Esta é uma metáfora ou analogia para a sua aparente capacidade de ocultar, para gerar confusão ou rumores perigosos e de outra forma tornar mais difícil para as espécies hospedeiras, acordar. O estudioso Maia John Jenkins e eu, tivemos um diálogo muito recente, com relação ao engano Encantamento do Sonho  e sua ofuscação sobre o autêntico calendário maia e sua profecia. (Veja " Zap em Sonho "---- Pavilhão de Jonathan Zap)
Todo mundo já percebeu que sempre que uma tendência cultural criativa tenta começar, toda vez que um novo cenário, uma nova boemia começa a ser posta em prática, os corruptos marketeiros publicitários se apressam para produzir uma versão degradada, falsificada que suga toda a  proposta dessa tendencia. Se uma nova banda visionária aparecer no cenário musical, eles provavelmente seriam contratados por essa publicidade para ​​propagandea-la. Se uma  tendencia "mutante" é descoberta, ela pode ser reprimida ou presa (como o que os federais fizeram com Wilhelm Reich ), ou pode ser promovida a uma celebridade onde será sufocada por projeções e tentações parasitárias até que se tornem "zumbis" para Matrix. 
As ações terríveis que esses supostos hospedeiros cometem, parecem muito inteligente e são dirigidas com precisão, de modo a criar uma colheita mais rica de medo e emoção negativa no coletivo. Nós dissemos muito pouco até agora sobre a possível etiologia ou origem dos parasitas mentais. Uma teoria intrigante é apresentada por Dr. Samuel Sagan (clairvision.org ). De acordo com esta teoria, no momento da morte humana, há fragmentos mais densos, mais escuros da consciência que permanecem depois que o espírito deixa o corpo. Sagan acredita que muitas práticas funerárias tradicionais, especialmente aqueles que envolvem a cremação, foram originalmente concebidas para destruir esses fragmentos. Estes remanescentes fragmentos incompletos de consciência não têm a sua própria conexão direta com a energia prânica ou energia vital, mas deve parasitariamente juntar-se a aqueles a possuem. Isto parece similar ao conceito budista do " fantasma faminto .

Há um principio de logica conhecida como a Navalha de Occham a Navalha de Occham que pode apoiar um pouco a teoria de Sagan. A Navalha de Occham diz que as hipóteses não se multiplicam sem necessidade. Em outras palavras, não adotamos explicações de luxo, complexas, onde as mais simples parecem suficientes.


Sim, há parasitas de energia ( para muitos isso é um grande SE )e já que eles parecem entender e estar perfeitamente adaptados a alimentar-se da energia humana, no lugar de sugerir uma teoria mais exótica, por exemplo, dizer que são parasitas extraterrestres ou interdimensionais caçando através do multiverso, podemos simplificar nossa hipótese fazendo de nós mesmos os seres humanos, a fonte desse parasita.

Em um ponto, Colin Wilson sugere que poderíamos ser os parasitários.Eu disse algo similar durante uma discussão sobre projeção.

A Navalha de Orccham corta a fantasia por completo, também é possível descrever parasitas mentais como sendo memes ou unidades de transmissão cultural.

Quando tentávamos explicar as ações das crianças de Columbine, no sentido de seus vícios compulsivos com relação ao jogo Doom, eles essencialmente estavam se baseando fundamentalmente em memes como fonte de contágio. Embora eu ache que eles estivessem errados, ou pelo menos estava desproporcional, ele facilmente demonstraram que os memes são perfeitamente capazes de funcionar como parasitas da mente.

Por exemplo, um menino adolescente assistindo aos filmes de grande sucesso onde as cenas de violência extrema são encaixadas com cenas de sexo excitantes, como James Bond beijando uma bela mulher depois de um glamuroso banho de sangue, ou, ainda pior, algo violento e excitante como a famosa cena do banho em Psicose de Alfred Hitchcock onde a mulher está tomando banho eroticamente e depois é morta. Outro exemplo são as tentações tão subliminares e os anúncios de cigarros não tão subliminares assim. Estes memes cruzam as informações que não deveriam ser cruzadas, como sexo/violência+sexo/cigarros.

Certamente nos anúncios de cigarros tem a intenção consciente de seus editores de criar uma infecção parasitária, uma inserção na mente das pessoas.

O uso de mensagens subliminares e imagens sexuais excitantes para vender toxinas conhecidas, deveriam ser proibidas.

Um psicologo prudente sugere que haja um "período de reflexão" entre cenas sexualmente excitantes e cenas violentas nos fimes, para que deixemos de condicionar os adolescentes masculinos a ligar sexo com violência. Eu no entanto não advogo nada que não seja a auto-censura voluntária. Para demonstrar como memes podem agir como parasitas funcionais da mente, vou dar um exemplo de uma única sentença (outra unidade cultural da transmissão) agindo para espalhar a mentalidade de alma consumista. Vamos dizer que temos um menino adolescente que tem boas qualidades, como compaixão. Ele começa a sentir um carinho por uma adolescente e não há um vínculo genuíno entre eles, mas ele realmente se importa com ela. O adolescente é genuinamente traumatizado e extremamente vulnerável quando descobre que, na forma típica de ensino médio, a namorada o traiu. Ele vai pedir um conselho para seu melhor amigo que em uma unica sentença diz: "A vida é assim, então foda-se e esqueça isso"

Na confusão dolorosa desse adolescente, uma única frase como esta, da pessoa certa e no momento certo, poderia ser potencialmente influente, poderia parecer um antídoto contra a dor e confusão.
Mas se o adolescente adota a mente parasita destruidora de almas, transmitida em uma única frase através dos exemplos da mídia como a violência, ele pode, então, passar a vida inteira infectando outras pessoas com o contágio. Finalmente, ao lidar com um fenômeno importante, mas nebuloso, tais parasitas de energia ou UFOs, a estratégia que eu sigo e recomendo para todos, é evitar esse pensamento formador de opiniões ou um pensamento prematuro. Este é o hábito mental preguiçoso de pensar que você tem a resposta e deixar que a noção se torne difícil dentro de um dogma perceptual tornando-o um verdadeiro crente de uma teoria.. Prematuramente idéias fechadas, mentes fechadas criam uma enorme apriori, uma restrição de poderes na sua observação, influenciando você a encurralar a evidência para fazer sua teoria caber dentro da sua verdade. Eu considero meus pensamentos sobre parasitas da mente algo especulativo, e eu vou buscar encontrar uma explicação sobre o que tenho observado e através dos insights vou refletindo. Se você estiver enfrentando problemas, você já parou pra pensar que pode se tratar da influencia desses parasitas, se tiver alguma informação ou ideia, por favor não hesite em contactar-me. Se você se sentir sob ataque Eu recomendo que faça 100% dieta de alimentos vivos (ir para rawfood.com) e elimine todos os estimulantes, entorpecentes. Mude o seu metabolismo e o ataque vai parar. Eu também recomendo o uso de técnicas para lidar com pensamentos negativos e emoções descritas na Part III of my Guide to the Perplexed Interdimensional Traveler.

Cheque sempre este documento pois ele sempre será atualizado conforme vou aprendendo mais sobre este fenômeno. Para mais discussão de parasitas da mente e do contexto evolutivo dinâmico em que eles estão acontecendo, vá em Pavilion de Jonathan Zap . Você vai encontrar muito material relevante, especialmente um documento intitulado " White Crows Rising... ". Estamos trabalhando muito com o lado esquerdo do nosso cérebro nesta discussão e que pode ser muito confinante quando se lida com um terreno vasto e nebuloso. A última coisa que vou deixar pra você, não é mais teorias, mas sim uma visão de que os parasitas mentais, coisas que aconteceram comigo e que podem ser encontradas em Shocking Anomalous Experience parts IV and V.

A confirmação de que o que eu imaginava não era apenas um capricho da minha imaginação, mas sim, está na sequela da Matrix animada, Animatrix. Em Animatrix vemos uma estrutura parasitária em expansão quase idêntica em forma do que eu imaginava. Vou deixar de lado minha teoria e deixá-lo experimentar a sua própria teoria. A retroalimentação é sempre bem-vinda.


A simbiose de Jonathan


"Eu te trouxe aqui para formas de vida que coabitam no seu reino, que se alimentam de seu reino, no entanto, estão escondidos e são desconhecidos para a maioria de sua espécie." Eu sabia o que ele queria dizer, mas tivemos que pedir, tinha que tê-lo declarado.

"Você quer dizer os parasitas da mente?"

"Sim, isso é exatamente o que quero dizer. Você tem feito bem em comparação com a maioria de suas espécies, para se tornar ciente deles, e tentando estar atento a eles. Sua vontade se tornar vigilante sobre eles, é parte do que nos une aqui agora. você e sua necessidade de ver o que se alimenta de você, precisa precisa assistir a alimentação, trazer o que te manipula e trazer as sombras para a luz da consciência. "

As implicações de suas palavras eram de espetaculares e não desconhecidas para mim.
No entanto, ele permaneceu em silêncio por um momento, e me deu tempo para absorver o impacto de suas palavras, que eram uma poderosa confirmação de uma possibilidade ruim que tinha tido conhecimento ... (Grande passagem suprimida)
E então Raven me perguntou muito suavemente, mas tendo noção da seriedade do momento:

"Você está disposto a olhar para aqueles que estão se alimentando de você?" E de repente ele não tinha tanta certeza se eu estava pronto. Eu me senti a beira do abismo, mas eu sabia que na minha vida só era permitida uma resposta possível e me forcei a dizer: "Sim."
"Então, olhe para baixo." disse Raven.

Olhei para baixo e vi o que me revelou por várias batidas muito antes do que eu estava disposto a deixar que meus olhos exploravam entrar na minha mente.

Anexado ao meu corpo, vindo do meu corpo, através do meu corpo, tinha um filamento quebrado, escuros, filamentos ondulando como uma teia de aranha fiado de seda se movendo e ondulando caoticamente.

E eu sabia que cada um dos filamentos era um tipo de célula nervosa, neurônios pretos e escuros com dendrites e interconexões infinitamente complexas com outros segmentos de tecido.

Eu chamo de tecido porque era vivo e inteligente e ... parasitário, virulentamente parasitário, uma rede vampírica, apenas a rede era o vampiro, e era muito consciente de mim porque eu era sua fonte de alimento, o seu anfitrião, e continuamente reconfigurado para criar novas redes, novas interconexões para extrair mais energia vital, e eu senti a escuridão desta rede sombria, dendritos e axônios planos preto e ondulando em movimento como a aranha na seda e latejante, mas foi um sangue pulsando inverso estranhamente feio, e de repente percebi o horror de seu ritmo pulsante, era a batida anti-rítmica do meu coração.

Este tecido, essa estrutura pulsante foi uma sucção de bomba, batendo em um ritmo perfeito contra a batida do meu coração, porque quando o coração bombeia sangue para fora, aquilo era aspirado, não o sangue, mas a energia vital e por um momento não era claro, mas era como um tecido, o órgão dentro do corpo, ou era um tecido parasitário em torno do meu corpo.

Algo sobre a plana escuridão que absorvia a luz dos filamentos, os convertia em gavinhas de sucção de energia e os fazia invisíveis aos olhos humanos.

Em certos nós da rede, um nexo de dendrites formava uma concavidade densamente emaranhada, um matagal bulboso do tecido nervoso preto e em seu interior, estavam os parasitas, eram como vermes pálidos e esses vermes tinham o brilho prateado pálido da Lua faminta, uma lua estéril cuja única luz refletia apenas uma fonte principal de energia que a succionava.
Estes vermes moles eram parte de um ecossistema anti-parasitário delicadamente equilibrado, um ecossistema para ele e o qual eu era agora a única fonte de alimento.

O equilíbrio deste ecossistema havia sido surpreendido, destroçado por minha viagem a este reino verde, e a rede de vida parasitária ondulava em um estado caótico muito agitado. Foi uma treliça quebrada, suas bordas externas eram fios soltos, neurônios finos cujos dendritos externos tinham sido arrancados de maneira que apenas desmembrados e soltos os axônios ondulavam no tormento amputado, buscando voltar a reconectar, reconectar a rede maior, à matriz planetária de tecido que tinha sido tão densamente interligados antes de entrar no portal.


Eu tinha me movido para um reino verde, um reino não infectado com esta vasta rede de tecido parasitária, então tudo o que eu vi foi a rede remanescente quebrada que tinha cercado o meu corpo e que de alguma forma tinha sobrevivido a travessia .

Esta foi apenas a menor da matriz do parasita mental que sempre tinha colhido a minha parte de energia, perpétua chupando um imposto oculto e insidioso de cada pulso de energia vital, mas estava diante de mim agora chocado e vulnerável e quase senti pena por ele. Ele foi arrancado de sua matriz planetária e era inseguro de si mesmo, caoticamente tentando reconfigurar um casulo em torno de mim, talvez, apertando o braço do seu anfitrião para manter a sua única fonte de energia restante.

Minha mente quase se desfez enquanto eu observava esta forma alienígena de vida, porque eu estava vendo o que não era permitido ver, era uma singularidade, como quando eu tinha dez anos e fui mordido por um cão e vi meu tecido muscular, roxo e raiado de rosa, no interior do meu corpo na parte externa, e a percepção entrou em ondas de choque em câmera lenta.

Então minha percepção visual estava turva por um momento, enquanto a explosão de cor e ele me levou num momento que percebi que estas eram as mãos de Raven se movendo com velocidade e suas mãos projetavam chamas ou jatos de várias cores de energia.

Como moveu-se rapidamente e com precisão cirúrgica, e eu sabia exatamente o que estavam fazendo, eu estava liberando, mecha por mecha, a matriz e o sentimento era de êxtase, euforia, como um bilhão de pequenas bocas famintas se retirou da minha pele, bilhões de pontos de estrangulamento e medo que não tinha ideia que existia, porque eu nunca antes tinha sido libertado de sua aspiração insidiosa.

Senti meu campo de energia florescer a minha consciência, meu ser estava saindo, dançando e cantando uma aparência gloriosa enquanto as teias de aranha parasitas desapareceram na noite do deserto.
Meu espírito realizado se regozijava, mas eu senti que eu poderia celebrar totalmente, eu tive que buscar o conhecimento proibido porque a rede com fome ainda prosperava na minha terra, o reino predador que eu vivia com seis bilhões de meus irmãos e irmãs.
Vi que muitos passam o dia com os olhos baixos, muitos deles com os espíritos quebrados, e acima deles era um céu escuro coagulado, uma matriz de vampiros planetária acima de suas cabeças, acima deles na cadeia alimentar, seus espíritos sofredores eram como nós de energia que alimentava dentro deste cérebro escuro, uma rede de inteligência parasita através da inserção de sua mente em todos nós, pegando-nos uma dieta rica de medo, dor, ódio, inveja, paixões viciantes, indulgências letárgicas.

E nós temos sido enganados e somos o anfitrião desta meta-parasita, pelo menos, desde os primórdios da história.

Precisamos deixar de ir neste casulo devorador, mas para isso precisamos de clareza elementar Sapphire Vehrillion para lançar luz sobre a mente vasta sombria, a matriz planetária de tecido escuro com fome. E foi esta a razão pela qual Rave tinha enviado o portal, ele tinha me levado a um reino não infectado, puro para que eu pudesse ver a imensidão de infecção na minha espécie e testemunhar.

E agora uma visão terrível passou pela minha mente. Eu vi as torres gêmeas brilhando e eu sabia que isso era o início da manhã de 11 de setembro.

As Torres Gêmeas ainda estavam intactas, mas em torno delas, concentrando-se e pululando em torno dela tinha uma pulsante massa de dendrites, concavidades enredadas de tecido nervoso com fome e sabia que a matriz tinha enviado massas de tecido para aspirar a este lugar e em um ponto, e eu sabia o que estava por vir, um festival de explosão enorme de energia escura, um grupo de terror para explodir de dendrites, gavinhas insidiosas de sua vontade perfeitamente interligadas no cérebro dos terroristas fantoches para o pai realmente contemplar o brilho das torres através dos olhos dos pilotos terroristas, mas com a sua vontade faminta, e ansiosa de frenesi sexual para quebrar aquelas torres.

Só aqui o mel era medo, e sangue, sangue vaporizava na queima feroz da explosão de combustível de jato e quando as torres desabaram, era um frenesi, um orgasmo implodindo sangue vampírico, sugando sangue e terror que pulsava através todas as ondas planetárias da matriz que tinha orgasmos múltiplos.

Todo o meu ser tremeu quando eu vi a divindade do mal, a cara do arco-parasita, a Medusa cujos cabelos de serpentes eram uma visão precoce destes neurônios e dendrites do mal pulsante, mas graças a Deus, eu também estava assistindo este evento através da mente de Raven e vi que a matriz estava sendo presa em sua ganância voraz, em sua necessidade de orgasmo vampírico, e foi revelando, revelando a teia do mal para o hospedeiro estava sendo despertado para o perigo, um despertar adaptativo imune foi ganhando poder, e o próprio escuro estava em perigo.


A batalha mortal se seguiu, a mente faminta da matriz afirmou seu domínio sobre o anfitrião, o seu direito de extrair o sangue, o seu direito a uma festa de explosões, de orgasmos vampíricos de terror em massa, mas o anfitrião foi o despertar, os nós individuais de consciência estavam vislumbrando a rede obscura.

E quando eu tinha estas formas de realização, uma questão de frequência cardíaca, Raven retirou o véu, as visões terríveis dissolviam e foi colocada em silêncio sobre a mesa.

Tomei algumas respirações profundas, sentindo o silêncio, a paz da mesa, tão longe da ebulição da luta, e infecção virulenta predatória da minha casa mundo.

"Lhe demos essa visão e a estrela de Elemental Vehrillion Sapphire para que possam compartilhar esses presentes com a nossa espécie, compartilhá-los através da rede de máquinas pensantes que você disse recentemente.

Os dormentes devem acordar e ver a rede de alimentação, devem encontrar amente dentro de si mesmos, que é mais forte do que a rede da mente, a mente de liberdade, de energia, do amor. "
TRADUÇÃO: Pri
FONTE: http://www.bibliotecapleyades.net/cienciareal/cienciareal25.htm