Entendam

Deus não esta em templos, muros, placas, não! Ele esta dentro de você, NÃO somos pecadores desde que nascemos, isso é uma mentira, somos seres divinos e mágicos e temos essa essência masculina e feminina da fonte criadora dentro de cada um, não esta nas mãos de extraterrestres salvar o mundo, esta nas mãos dos seres que aqui habitam, o que eles podem fazer é auxiliar no processo, mas não virão aqui nos tomar pelas mãos como se fossemos bebês e nos DAR um planeta novinho em folha para destruirmos NOVAMENTE, ou aprendemos a tratar bem do nosso, ou seremos expulsos pela própria Terra.
Parem de buscar Deus em coisas materiais, se você não aprender a se respeitar, se amar, não vai encontrar Deus, vai se iludir, vai chorar, entrar em depressão e o pior não vai entender que a mudança começa de dentro para fora e que viver é um presente não um pecado ou castigo.
Como diria um anjo: "O amor é o sábio que nos guia" e como diria Gandhi " Não busque o caminho para a felicidade, a felicidade é o caminho."

Grande abraço a todos e Bem Vindos ao Life's Changing
Welcome - Bienvenido
Pri

DICA: ACESSEM AS ABAS "ARQUIVOS DO BLOG", TAMBÉM OS "MARCADORES" QUE ESTÃO do DO LADO DIREITO DA SUA TELA, AO LADO DA POSTAGEM
CLIQUE TAMBÉM EM "POSTAGENS POPULARES". TEM MUITA COISA SENDO POSTADA E QUE FICA PARA TRÁS SE VOCÊ NÃO SOUBER ONDE PROCURAR, ESTAS SÃO AS DICAS.
Bons estudos
Pri

Siga-nos por e-mail, a cada post novo, você recebe um e-mail

POSTS RECENTES

8 de julho de 2012

Project Camelot entrevista - Sgto. Clifford Stone ( legendado )

Nós conhecemos Clifford Stone no Museu de Roswell, no Novo México, onde ele teve a gentileza de nos conceder algumas horas do seu tempo. Após ouvi-lo por pouco tempo, ficou claro que estávamos na presença de um homem extraordinário.

Este senhor de fala mansa tem um conto surpreendente para nos contar sobre o amigo alienígena dele, Korona, como ele foi em missões de recuperação de um acidente no Vietnam durante os anos 60, como ele ajudou a um ET escapar da custódia militar.
Ele tem um coração enorme e uma perspectiva ampla que consegue capturar todo o mundo na mira dele, fala dos direitos dos visitantes do nosso planeta em face do cativeiro, fala do senso de sacrifício deles para o bem estar da humanidade, fala da necessidade que temos de cuidar do que acontece com o "outro cara" e como o real sentimento de um pelo outro deve ser e é o que vai fazer a diferença à medida que avançamos para entrar na comunidade galática.