Entendam

Deus não esta em templos, muros, placas, não! Ele esta dentro de você, NÃO somos pecadores desde que nascemos, isso é uma mentira, somos seres divinos e mágicos e temos essa essência masculina e feminina da fonte criadora dentro de cada um, não esta nas mãos de extraterrestres salvar o mundo, esta nas mãos dos seres que aqui habitam, o que eles podem fazer é auxiliar no processo, mas não virão aqui nos tomar pelas mãos como se fossemos bebês e nos DAR um planeta novinho em folha para destruirmos NOVAMENTE, ou aprendemos a tratar bem do nosso, ou seremos expulsos pela própria Terra.
Parem de buscar Deus em coisas materiais, se você não aprender a se respeitar, se amar, não vai encontrar Deus, vai se iludir, vai chorar, entrar em depressão e o pior não vai entender que a mudança começa de dentro para fora e que viver é um presente não um pecado ou castigo.
Como diria um anjo: "O amor é o sábio que nos guia" e como diria Gandhi " Não busque o caminho para a felicidade, a felicidade é o caminho."

Grande abraço a todos e Bem Vindos ao Life's Changing
Welcome - Bienvenido
Pri

DICA: ACESSEM AS ABAS "ARQUIVOS DO BLOG", TAMBÉM OS "MARCADORES" QUE ESTÃO do DO LADO DIREITO DA SUA TELA, AO LADO DA POSTAGEM
CLIQUE TAMBÉM EM "POSTAGENS POPULARES". TEM MUITA COISA SENDO POSTADA E QUE FICA PARA TRÁS SE VOCÊ NÃO SOUBER ONDE PROCURAR, ESTAS SÃO AS DICAS.
Bons estudos
Pri

Siga-nos por e-mail, a cada post novo, você recebe um e-mail

POSTS RECENTES

31 de janeiro de 2012

Relembrando a Mensagem de Crabwood.


Tradução livre.

“Cuidado com os portadores de falsos presentes e suas promessas mentirosas. Haverá ainda muita dor durante muito tempo, pois seus conhecimentos estão sendo corrompidos e manipulados pela mentira; mas existe muita bondade fora do seu planeta. Nós nos opomos à mentira.”


No dia 16 de agosto de 2002 aproximadamente as 9:00 hs em uma plantação de trigo no Vale Farm, próxima a floresta Crabwood, que fica no vilarejo de Pitt, próximo a Winchester, Hampshire, Inglaterra, ocorreu o avistamento de uma figura de rosto humanóide juntamente a um disco, figura essa que mede aproximandamente 76,2 metros de largura por 110 metros de comprimento.

Após analises descobriu se que o disco continha uma mensagem escritas em código ASCII -. (acrônimo para American Standard Code for Information Interchange, que em português significa “Código Padrão Americano para o Intercâmbio de Informação”), é uma codificação de caracteres de sete bits baseada no alfabeto inglês. Desenvolvida a partir de 1960, grande parte das codificações de caracteres modernas a herdaram como base.

A codificação define 128 caracteres, preenchendo completamente os sete bits disponíveis. Desses, 33 não são imprimíveis, como caracteres de controle atualmente obsoletos, que afetam o processamento do texto. Exceto pelo caractere de espaço, o restante é composto por caracteres imprimíveis.

Código ascii, trigo em pé número 1, deitado, número 0

Mensagem original.

“Beware the bearers of FALSE gifts & their BROKEN PROMISES.
Much PAIN but still time.
EELrijue.
There is GOOD out there.
We OPpose DECEPTION.
COnduit CLOSING [bell sound]”

Tradução.

“Cuidado com portadores de FALSOS presentes & suas QUEBRADAS PROMESSAS.
Muita DOR mas ainda tempo.
EELrijue.
Há BOM lá fora.
Nós OPOMOS ao ENGANO.
CONDUTO FECHANDO [som de sino]”

A palavra “EELrijue” não foi um “erro” como alguns têm interpretado para ser a palavra “acreditar”, mas tem o significado intencional de: “Editável e Executável Livraria de uma multidão”‘ ou Biblioteca Editada e Executada por uma multidão e se refere ao Conhecimento Coletivo evoluindo infinitamente.

O fato desta palavra aparentemente estar “corrompida” na formação da plantação parece estar indicando a humanidade que nosso Conhecimento Coletivo é “corrompido” ou ainda, possivelmente, está “manipulado, falsificado”.
E que, representado pelo rosto humanóide do grifo, que é referido comumente como grey, cinzento, estão os portadores dos presentes falsos e promessas quebradas, efetuados através dos acordos com o governo dos Estados Unidos para a experimentação genética em troca de presentes tecnológicos.